/ NOTÍCIAS

Grupo prioritário, rodoviários seguem sem vacina

Sem previsão, profissionais do serviço essencial aguardam imunização contra vírus da Covid-19

 

O Governo Federal prometeu em dezembro, mas até agora os rodoviários brasileiros estão sem vacina contra a Covid-19. No Rio de Janeiro, os 21.500 trabalhadores do setor, que não deixaram de atender a população durante a pandemia, aguardam sem perspectiva a imunização. Movimentos no ABC, em São Paulo, Salvador e Fortaleza também se reuniram esta semana para exigir providências do Ministério e das secretarias de Saúde.

 

Diariamente, no Rio de Janeiro, um motorista de ônibus percorre em média 120 km e tem contato com aproximadamente 200 pessoas durante o exercício da função. Desde o ano passado, o Rio Ônibus se manifesta no sentido de acelerar o atendimento aos profissionais, que atuam na linha de frente do transporte público por ônibus na cidade.

 

– O transporte público é um serviço essencial muito exigido pela sociedade e pela classe política. É necessário que haja a devida consideração também para com os heróis do transporte, que se mantiveram em atividade inclusive nos períodos de maior incidência da doença e de recomendação de isolamento social, como acontece novamente. São pais e mães de família, que merecem reconhecimento e direito à imunização no primeiro momento – explica o porta-voz do Rio Ônibus, Paulo Valente.

 

Além da falta de previsão na vacinação dos rodoviários, o Governo Federal vetou repasse de auxílio financeiro aos transportes públicos em todo o Brasil. Esta postura potencializa a dificuldade econômica e operacional das empresas, que já amargavam prejuízos desde antes da pandemia. A falta de atenção do Poder Público gera graves prejuízos ao setor e prejudica ainda mais os profissionais, gerando atrasos no pagamento de salários, demissões e corte de benefícios.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Rio Ônibus lança campanha para incentivar doações à população do Rio Grande do Sul após tragédia climática

“Rio Ônibus na rota da Solidariedade” tem como objetivo impactar os 2,1 milhões de passageiros que utilizam os ônibus da cidade diariamente. Sensibilizado pelos impactos causados à população do Rio Grande do Sul pela devastadora tragédia climática que atingiu o estado, o Rio Ônibus lançou a campanha “Na rota da Solidariedade”, com objetivo de incentivar

// LEIA MAIS

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS


powered by MailChimp!
Scroll to Top