/ NOTÍCIAS

Rio abre programações do Maio Amarelo

Ações nacionais de combate a acidentes do trânsito são anunciadas em evento na sede do Rio Ônibus, que recebeu selo de entidade Laço Amarelo

A sociedade e as instituições podem ajudar a diminuir registros de vítimas por acidentes de trânsito? A pergunta faz parte de muitas abordagens sobre o tema, conteúdo da campanha Maio Amarelo, lançada no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, na sede do Rio Ônibus. Junto a outras organizações, o Sindicato passa a colaborar com o programa do Observatório Nacional de Segurança Viária, que atua por um tráfego mais seguro, respeitoso, ético e cidadão, com foco em evitar as 45 mil mortes e o prejuízo financeiro de R$ 50 bilhões, que acometem o Brasil anualmente, como consequência dessa conjuntura.

Como parte das ações de ESG, o Sindicato passa a compartilhar diretrizes, condutas e conteúdos sugeridos pelo Observatório e a engajar a alta e média lideranças das empresas de ônibus da cidade, ampliando a importância deste tema nas estratégias do negócio e do dia a dia da operação. Durante o evento, o Rio Ônibus recebeu ainda o selo oficial de entidade Laço Amarelo, permitindo acesso a todo o conteúdo, estudos e pesquisas desenvolvidos pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, para aplicação em ações voltadas para a segurança no trânsito carioca.

– As linhas de ônibus da cidade fazem dois milhões de embarques todos os dias. Receber o selo Laço Amarelo e sediar o lançamento da campanha Maio Amarelo reforçam o compromisso em engajar as empresas de ônibus, disseminando a cultura da segurança viária. O Rio Ônibus a partir de hoje é uma entidade Laço Amarelo. O setor está mais participativo em temas além da operação, interessado nas pautas de planejamento da Mobilidade Urbana da cidade – afirma João Gouveia, presidente do Rio Ônibus.
De acordo com a Associação Nacional de Empresas de Transportes Urbanos, é importante ressaltar que os ônibus são o meio de transporte mais seguro que existe e levam um terço da população que se desloca nas cidades, mas são responsáveis por apenas 1% das vítimas fatais de acidentes. Segundo o presidente da instituição, Francisco Christovam: -“A iniciativa visa beneficiar não só passageiros que estão se deslocando pelas cidades, mas também pedestres que naquele momento não estão utilizando o transporte público e por isso estão mais expostos aos riscos”.

Algumas atividades já estão em preparação para serem lançadas no mês de maio, como oferta de cursos de capacitação a profissionais do setor, voltados para segurança no trânsito, em parceria com o SestSenat. Também está em estudo a possibilidade de autorizações para lançamento de uma sinalização inédita na cidade, na qual os ônibus passam a ter adesivos externos, indicando aos automóveis, motocicleta e também a pedestres sobre seus pontos cegos, localizações onde o motorista pode ter dificuldade angular de visualização. A ação está em prática em São Paulo, com excelentes resultados.

– O Observatório trabalha em rede e, essa parceria, será fundamental para levar conscientização sobre comportamento seguro no trânsito para milhares de cariocas e fluminenses diariamente. É importante sempre lembrar que para cada pessoa morta no trânsito, dez outras sofrem sequelas por acidentes de trânsito, afirma José Aurélio Ramalho, presidente do Conselho Deliberativo do Observatório.

Este ano, o Movimento Amarelo completa 10 anos. Neste novo momento, o foco das ações deixa de ser o fluxo de passageiros nos modais, e passa a ser as pessoas, independentemente de como elas se deslocam. Outra novidade é que todas as ações relacionadas ao programa Laço Amarelo são vinculadas às metas globais de segurança viária, presando pelos objetivos de desenvolvimento sustentável.

– O objetivo da ONU é reduzir em 50% as mortes por acidentes de trânsito no mundo até 2030. O Brasil costuma ficar entre o terceiro e o quinto lugares, comparando com os demais países pesquisados. Poder lançar o Movimento Maio Amarelo 2023 no Rio de Janeiro, em parceria com o Rio Ônibus é fundamental para ampliarmos o engajamento desse ano do Movimento. Os 10 anos de mobilização recebem hoje uma parceria inédita e que, certamente, trará muito mais segurança no trânsito a todos no Estado, explica Paulo Guimarães, CEO do Observatório.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Manifesto Rio Ônibus: na rota da solidariedade

O Rio Ônibus – Sindicato das Empresas de Ônibus da cidade do Rio de Janeiro se dirige à população do Rio Grande do Sul, profundamente consternado, para expressar sua solidariedade aos afetados pela terrível tragédia climática que assola o estado. Diante da gravidade da situação, gostaríamos de reforçar que o povo gaúcho ainda precisa da

// LEIA MAIS

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS


powered by MailChimp!
Scroll to Top