/ NOTÍCIAS

Nota: ônibus incendiados em Del Castilho

O Rio Ônibus manifesta seu total repúdio ao ataque criminoso realizado por volta das 16h45 de hoje, em Del Castilho, que pôs em risco a segurança de passageiros e rodoviários das linhas 687 (Pavuna-Méier), 615 (Pavuna-Del Castilho) e 917 (Realengo-Bonsucesso), do consórcio Internorte.

Com mais esses três carros incendiados, sobe para 12 o total de ônibus queimados e totalmente destruídos na cidade do Rio desde janeiro de 2015, causando um impacto de cerca de R$ 4,5 milhões às empresas.

Atos de vandalismo como esse atingem diretamente o passageiro, que é o principal prejudicado, uma vez que não há seguro para incêndio criminoso, e, para substituir um veículo queimado, é necessário um prazo que pode chegar a seis meses – entre a compra, fabricação, entrega e licenciamento de um novo ônibus. Nesse período, podem deixar de ser transportados cerca de 100 mil usuários do sistema de transporte público em três veículos com a mesma capacidade dos que foram queimados.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Transporte público: aonde chegamos e para onde vamos

POR FRANCISCO CHRISTOVAM, presidente executivo da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos – NTU. É importante registrar, de partida, que o ano que se encerra foi muito importante para o setor dos transportes coletivos urbanos de passageiros, seja pelos avanços alcançados na aplicação de novas tecnologias, seja por uma nova visão sobre a importância

// LEIA MAIS

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS


powered by MailChimp!
Scroll to Top